quarta-feira, 19 de março de 2008

JOGO DOS ESPELHOS


JOGO DOS ESPELHOS
(Victtoria Rossini)

Ao olhar para mim

Esqueço que sou essência...
Portanto
Não vista

Esqueço que sou Perfeição...
Portanto
Não falha

Esqueço que sou Sabedoria...
Portanto
Não há dúvidas

Esqueço que sou Luz...
Portanto
Não há sombras


Ao olhar para as coisas
Penso que são algo.

Então esqueço...
Que são apenas minha criação
Sombras por mim projetadas,
Portanto mutáveis.

E por isso em momento nenhum
Existem realmente...

São apenas imagens que meu todo cria
Nessa grande sala dos espelhos
Que essa é essa dimensão,
Enquanto brinco de aprender...

Somos crianças na sala dos espelhos,
Onde tudo que vemos é o reflexo
Do que sai de nós mesmos !!

2 comentários:

♥Beth disse...

Boa noite, Victtoria! Enfatizo o trecho: "Somos crianças na sala dos espelhos,
Onde tudo que vemos é o reflexo
Do que sai de nós mesmos"!! Precisa dizer mais??? Bjssss, kerida!!

felicidade a todo momento disse...

olá victtoria!!!
é com muito prazer que visito seu blog e sua comunidade é tudo tão lindo, suas poesias é de uma profunda sabedoria. amei tudo e espero que vc continue passando sempre essa gde sabedoria pra gente e nos enchendo sempre de romantismo, carinho e amor. bjs no seu coração!!!