sábado, 8 de março de 2008

PARA SER MULHER


PARA SER MULHER
(Victtoria Rossini)

Para ser mulher
Não basta nascer do sexo feminino
Andar de salto e aprender a cozinhar

Para ser mulher
Tem que nascer com a alma dócil
Aprender a receber
Aprender a se doar

Para ser mulher
Não basta só ter voz sensual
Saber insinuar
Ter leveza no olhar

Para ser mulher a voz tem que espantar o medo do escuro
Os olhos tem que saber falar
Ter mão leve de carinho
E coração que acolhe todos os seres

Para ser mulher não basta apenas
Rebolar a bunda conforme a música
Para ser mulher tem que ter peito também
Peito para encarar o mundo
Para aceitar a vida como ela é
E as vezes até encarar a nó mesmas
E dizer: Ta na hora de mudar!

Para ser mulher tem que aprender equilíbrio
E não só no salto alto
Tem que saber a hora de ir e a hora vir
Mesmo sem relógio

Para ser mulher tem que crescer todos os dias
Mente flexível
Coração aberto
Pronto para amar:
Quem chegar
Quem passar
E mesmo quem partir

Para ser mulher
Todos os dias temos que ensaiar:
Abrir os braços
Derramar o sorriso
E abraçar...
A vida
Os seres
A nós mesmas

2 comentários:

Ananda Valeeva - Second Life disse...

Fantástica, usando as palavras perfeitas, as quais traduzem com total delicadeza a nossa alma buscadora.
Amei e Obrigada por nos presentear com tão lindo poema.
Parabéns pelo prêmio também, pois você merece.

Bjs
Ananda Valeeva

Cris disse...

Parabéns Victtoria

Pelo teu dia
Pela bela poesia
Um grande beijo