sexta-feira, 6 de novembro de 2009

NÃO SOU SANTA



NÃO SOU SANTA
(Victtoria Rossini)

Não sou santa!
Sou profana
Fêmea urbana
De olhar pecaminoso
E bolsa cheia de segredos.

Não te prometi um céu
Que não tivesse prazer
E nunca te darei um inferno
Em que não implores por mim

Te quero sim!
Quero que arda nas minhas chamas
Pule na minha cama
E amanheça acordado
Apenas para me ter.

2 comentários:

Poesias Que Amo disse...

Uauuuu...delícia de poema!
Bjos linda poetisa!

Renata Mangeon

Victtoria Rossini disse...

:))
Vi ele na tua comuna e vim aqui copiar pra fazer um cartão
;))
gostei do teu gosto hahaha
nem lembrava dela
bjs amora