quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

CANTIGAS DE NINAR


CANTIGAS DE NINAR
(Victtoria Rossini)


A camada de versos
Ouvidos na infância
De coração á coração
Não é rompida
Nem com o tempo
Nem com a distância


O caminho compartilhado
Entre mães e filhos
Cria uma rede
De rimas e sons
Que embala o mundo


O tear de carinho
Que une os afetos
Se estende a tudo
Recobre os tetos


Os fios das meadas
Urdidas na infância
Enfeitam a estrada
Plantando esperança


Unindo os separados
Criando um uni-verso
selando alianças


Que derrubam fronteiras
Trazendo na esteira
Mais paz para o mundo

3 comentários:

Rejane disse...

"A camada de versos
Ouvidos na infância
De coração á coração
Não é rompida
Nem com o tempo
Nem com a distância."

verdade absoluta!

Bom dia e muita inspiração para continuar com belos poemas.
Abraço!

iracema forte caingang disse...

Gosto muito dos seus poemas.
BEIJOS

Victtoria Rossini disse...

Beijos e abraços queridas!
Obrigada pelo carinho e pela presença!
=**