quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

VIBRAÇÕES DO PICADEIRO


VIBRAÇÕES DO PICADEIRO
(Victtoria Rossini)

Abaixaram-se as cortinas
(A tela caiu...)

O palhaço foi deitar
A malabarista descansa o corpo

Mas o sorriso continua na cara
E os sonhos coração

Quem dera tivessem lhes dito
Que o espetáculo é uma coisa
E que a vida é outra

Porque quando saem do palco
As emoções não desaparecem de si
Nem a sensação do vivido desaparece...

(Para quem me fez sorrir hoje)

4 comentários:

W.Marques. disse...

seu blog é muito bom e seus trabalhos são ótimos, abraçosssss

Victtoria Rossini disse...

Obrigada POeta!!
;))
sucesso

Leite de Pedra disse...

Salvé, Avatar! Que as graças do Olimpo, acariciam a beleza da tua veia poética.

Victtoria Rossini disse...

:)) Salve!!
;))
Obrigada pelo carinho amigo!
baci nel core