quinta-feira, 3 de abril de 2008

DISCURSO DO VELHO MESTRE

DISCURSO DO VELHO MESTRE...
(Victtoria Rossini)


A vida pequeno aprendiz...
Existe para nos provar
Que tudo o que pensamos
Sobre nós mesmos e o mundo,
É falso, pequeno morcego.
Ela existe, para nos desmentir grande vento.

Ela existe pequeno pássaro,
Para nos mostrar a inutilidade de tudo o que pensamos,
De tudo o que construímos,
E a não validade de tudo o que desejamos.
Não conte com vantagens,
Nem com sua coragem.
Porque ela é nada
Perto do vendaval
Que assombra a noite escura.

Ela é tudo frente ao que você espera
Ela é maior que teus medos,
Maior que o mundo,
Maior do que a própria idéia que você faz dela.
Muito maior do que tudo que você possa perceber
E mais assombrosa do que qualquer coisa
Que você possa conceber.
Mas não corra pequena formiga!
Ela te protege .
Mesmo que você não saiba por quê.
Te nutre mesmo que você não queira
E te mantém mesmo que você ache que não merece.
È impermanente e movimento eterno
Por isso nunca poderá vê-la direito,
Porque cochilará entre uma piscada e outra.

Porque a vida pequena folha
É teu galho mãe
É teu sustento
É o solo no qual você cai
Mas também é o ser que você alimentará
Quando não mais existir,
E mesmo assim continuar vivendo.

Então pequena cabeça,
Pare de pensar em você
Deixe de pensar na vida,
Simples-mente viva!
Porque saber que você existe
Por si só já é um grande milagre.
Mas também é nada,
Já que a vida vive em tudo
Independente do saber ou não.

Um comentário:

Cris disse...

Palmas, querida poetisa!
Que singeleza..parabéns!

Beijos