quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

DESENHANDO


DESENHANDO
(Vittoria Rossini)

Me desenho
Pra mim mesma
Pra ver se percebo meus contornos
Se realmente
Vejo em torno
Ou apenas finjo que vivo

Clareio as cores
Mexo nos tons
Confabulo com meus botões
Que quase nunca me respondem

E chego a conclusão
Que a imagem nítida que vejo
É apenas o meu desejo
De ser um ser real

Sou desenho
De areia é pó
Que crio sobre a água do mar
Apenas reflexos de ilusão
Que a primeira onda desfaz

Sou desenho
Que rabisco para os outros
Quem sabe um dia me encontrar
Onde eu mesmo me perdi

2 comentários:

Julieth Parkin disse...

Linda...Linda...Linda...
Que dom divino...querida amiga!!!
Quanta sensibilidade!!!
Faz bem a alma visitar seu blog.
Ah,Vic eu coloquei a sua poesia Dançando no meu blog, ok?
Bjaumm!!! :))

Victtoria Rossini disse...

Que ótimooooo

Adoro qdo gostam do que escrevo. è um prazer e uma honra. Obrigada amada!!

bjaumm