quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

AMAR...AMAR...AMAR...


AMAR...AMAR...AMAR...
(Victtoria Rossini)

Amar... Amar..Amar...
Amar tanto
De chegar ao ponto
De amar a dor
De amar

Amar até se buscar
O choro preso
Pela incapacidade de amar
Porque só o amar já é um ganho

No auge da paixão
Amar...Amar...Amar...
Mergulhados na solidão
Amar..Amar...Amar...

Esperar... Esperar...Esperar...
E amar...
Amar não se sabe quem
Amar quem nem se sabe se vem
Amar quem nunca veio
Amar quem nem ficou de vir
Porque não sabe que é esperado


Amar a idéia de amar...
Amar a falta
Amar a fartura
Amar a procura
De amor

Amar...Amar...Amar...
Amar e sonhar
Com o amor que nunca sentiu
Com o ser que nunca se viu
Com o beijo que nunca se repartiu
Com um amor que nunca existiu

Mesmo assim
Amar...amar...amar..

Essa é nossa ânsia
Nossa procura
Nossa perdição
E nossa salvação
Amar..Amar...Amar...

4 comentários:

Rafael Guerra disse...

ficou linda...
mesmo com os motivos adversos, o importante é amar...amar...amar...

Victtoria Rossini disse...

É issooooo
:))

Wander disse...

Sem comentários...

Adoro seu trabalho...vc sabe disso..
sempre passo aqui pra ler...

beijossss

saudades

Victtoria Rossini disse...

Bjus Wander! Obrigada pelo carinho sempre meu amigo...Bjuss