quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

UTOPIA



UTOPIA
(Victtoria Rossini)


A mente que mente
Querendo sonhar
Inventa passeios
A luz do luar

Cria a perfeição
Do ser em questão
Só vê a beleza
Da relação

O coração ardente
É estrela cadente
É cometa fugaz
E segue sua trilha
Deixando rastros atrás

Assim o amor
Com seu inebriante furor
Faz-nos ver belos
Perfeitos e sinceros

Mas e amanha?
Quando a rotina bater
O tédio nos abater
E o sol mostrar nossas faces nuas?
Que destino há de ter??

Será que resiste
Ao crivo do tempo
Experiências ao vento
Ao calor da discussão??

E se não??

Um comentário:

J. Bahiense disse...

Bellíssimo!!!

Parabéns!!

Parabéns!!

Parabéns!!


Muito bom seu TEXTO, apesar do blog ser todo rosa** Brincadeira!